Gosto de dormir…

14520513_1661781477469408_5916652679273968295_n

Gosto de dormir… deitar-me e ceder ao cansaço, assim, sem reservas. É terrível quando, apesar do cansaço, a cabeça não desarma e ficamos “eternamente” acordados. Mais terrível ainda é quando apesar do cansaço e do sono e da vontade de dormir temos um alarme que não desliga e que se chama bebé.

Dizem que as mães sabem sempre o que os seus bebés têm… Lamento, mas eu esta noite (e muitas outras vezes) e após 3 filhos não sei sempre o que tens.

Eu e o teu pai bem tentámos… mas o máximo que conseguimos fazer durante algumas horas foi acertar no snooze.

Pensei que a noite anterior tinha sido má, mas esta noite bebeste dois biberões de leite, ajudei-te a evacuar duas vezes, mudei-te de roupa, mudei-te a fralda e ainda conseguimos andar (a descrição mais precisa será arrastar) alguns km dentro do quarto até finalmente adormeceres.

Ainda assim não me posso queixar, porque (pelo menos isso) enquanto passeavas ao meu colo pelo quarto não choravas. E… acabaste por adormecer.

Dizem que as mães sabem sempre o que os seus bebés têm… Lamento, mas eu esta noite (e muitas outras vezes) e após 3 filhos não sei sempre o que tens. Dou o meu melhor para tentar perceber, mas às vezes o melhor nem sempre chega e tantas vezes engana.
E no escasso tempo que sobrou para dormir, o teu irmão Noah descobriu um elefante na cama e achou que eu seria a melhor pessoa para resolver a situação (muito provavelmente dado o meu caparro e agilidade com animais…). Estive deitada com o teu irmão a tentar convencê-lo que o único elefante na cama dele era eu… Ficou convencido e adormeceu.
É interessante, porque os elefantes devem ser “genéticos” na nossa família… Sabes que eu também costumava ter elefantes no quarto e ainda hoje me consigo lembrar das suas sombras na parede.
Como já percebeste, o mano Liam prefere a nossa cama, de preferência se for toda para ele. Vem a correr com tanta força que antes de chegar já acordou o prédio inteiro. Sorte a nossa, não fossemos acordar a pensar que nos tinha saltado um elefante para a cama.
Esta noite ainda tive tempo de pensar nas outras mães e pais que, tal como nós cá em casa, estariam acordados e cheios de vontade de dormir… e não me senti sozinha….
E chegada a manhã (à mesma hora de sempre) acordaste sorridente (como fazes todos os dias, com esse teu sorriso contagiante) e como que por magia (e com café à mistura) tudo passou, até o sono!
Bom dia!

Autor: tatimarga

Sou uma pessoa em construção, que acredita que o que realmente importa na vida é ser feliz (e fazer os outros felizes). Já fui investigadora, já trabalhei num banco (não gostei) e agora decidi fazer aquilo que realmente gosto - explorar o meu lado criativo. Sou designer de padrões e escrevo. Escrevi o livro "o menino e a gaivota" e escrevo os textos para este blog. Mas, aquilo que me tem ajudado a conhecer melhor como pessoa é a maternidade. Sou mãe de 3 pessoas (fantásticas!) em construção: O Liam, o Noah e a Anoek. Eles são o meu projeto mais importante e mais ambicioso e aquele que provavelmente tem e terá mais impacto no mundo. Cada um deles influencia e vai influenciar a vida dos que os rodeiam e por isso guiá-los para serem boas pessoas é uma tarefa muito especial e muito importante. Através deles e através de mim quero fazer a diferença todos os dias!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s