A opinião pública

Da primeira gravidez todos ficam entusiasmadíssimos com a notícia. Dão-te os parabéns REPETIDAMENTE e repetem vezes sem conta que não há nada melhor no mundo (quando já têm filhos) ou que deve ser a melhor coisa do mundo (quando querem ter filhos).

Da segunda gravidez ainda há algum entusiasmo, mas já não é o mesmo que da primeira e desvanece quando descobrem que o teu primeiro filho só tem 2 anos de diferença… São loucos pensam eles, com o primeiro tão novinho e já fez outro???… (Claro que se fores a Daniela Ruah (muitos parabéns Daniela pela segunda gravidez!!), ou famosa, aí sim é “in” ter filhos com diferenças de idade tão pequenas).

A palavra de ordem da terceira gravidez é “corajosa”. Os amigos dizem-no de coração e com um sorriso, como forma de elogio (és louca, mas fazes bem se é o que queres), mas para os outros corajosa significa que és louca, ponto!

Da terceira gravidez então já não há cá espaço para entusiasmo, nem tão pouco para esconder a indignação. “Mas foi um acidente???” Pergunta-te uma pessoa com a qual não tens a mínima confiança (aí quem ficou indignada fui eu). A palavra que mais ouves, estranhamente, não é parabéns. Aliás 2 mãos devem chegar e até sobrar para o número de pessoas que te dão os parabéns! A palavra de ordem da terceira gravidez é “corajosa”. Os amigos dizem-no de coração e com um sorriso, como forma de elogio (és louca, mas fazes bem se é o que queres), mas para os outros corajosa significa que és louca, ponto! Nos dias de hoje onde é que já se viu, 3 FILHOS? Realmente… só pode ter sido um acidente (pensam com certeza)…

E, quando percebem que realmente estás grávida do terceiro filho (não, não era uma brincadeira) e que afinal este filho até tinha sido planeado e que estás genuinamente feliz, chegou a hora de bombardear o resto do reportório… “Então e ficam por aqui ou querem mais??… É que nos dias de hoje 3 filhos… Esta mania das famílias numerosas… Eu cá acho (mas perguntaste alguma coisa a alguém???) que 3 já chegam (e sobram)!” E é assim… As opiniões são gratuitas, antes não fossem.

Seria de esperar (digo eu) que se com 1 filho o mundo pára para te sorrir e parabenizar, com 3 seria o fim do mundo em festa (mas não…)!!!

Autor: tatimarga

Sou uma pessoa em construção, que acredita que o que realmente importa na vida é ser feliz (e fazer os outros felizes). Já fui investigadora, já trabalhei num banco (não gostei) e agora decidi fazer aquilo que realmente gosto - explorar o meu lado criativo. Sou designer de padrões e escrevo. Escrevi o livro "o menino e a gaivota" e escrevo os textos para este blog. Mas, aquilo que me tem ajudado a conhecer melhor como pessoa é a maternidade. Sou mãe de 3 pessoas (fantásticas!) em construção: O Liam, o Noah e a Anoek. Eles são o meu projeto mais importante e mais ambicioso e aquele que provavelmente tem e terá mais impacto no mundo. Cada um deles influencia e vai influenciar a vida dos que os rodeiam e por isso guiá-los para serem boas pessoas é uma tarefa muito especial e muito importante. Através deles e através de mim quero fazer a diferença todos os dias!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s